O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 começa neste domingo (21) com as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; e Redação. A edição deste ano registra o menor número de inscritos dos últimos 16 anos e está cercada de polêmicas, tanto pela suposta interferência do governo federal no conteúdo quanto pela debandada de servidores no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) às vésperas do teste.

A exemplo do ano passado, o Inep realizará uma versão digital do exame e o tema da Redação será o mesmo nas duas modalidades. Novamente, como a prova é aplicada em tempos de pandemia, os candidatos e examinadores devem tomar os cuidados especiais para evitar a disseminação da Covid-19.

Os portões serão abertos ao meio-dia e fechados pontualmente às 13h. O teste será aplicado a partir das 13h30 e encerrado às 19h. O tempo mínimo de permanência na sala do teste é de duas horas.

No próximo domingo (28), os mais de três milhões de participantes farão as provas de Matemática, Códigos e Suas Tecnologias; e Ciências da Natureza e Suas Tecnologias. Os locais de aplicação estão disponíveis no Cartão de Confirmação de Inscrição na Página do Participante.

Polêmicas

Pocos dias antes do começo dos exames, 37 servidores do Inep pediram exoneração de cargos comissionados alegando “fragilidade técnica e administrativa” da diretoria do instituto.

Haveria, supostamente, uma tentativa de interferência ideológica sobre o conteúdo das provas por parte da atual administração, mediante “atos abusivos, ímprobos e ilícitos”. O Inep negou irregularidades e atribuiu as exonerações a questões administrativas. 

O que levar?

Além do documento oficial de identificação com foto, a máscara é item obrigatório. Os participantes que não estiverem com o acessório de proteção facial não poderão ingressar nas salas de aplicação das provas.

Caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, é item obrigatório também para os candidatos do Enem digital, já que a Redação deverá ser redigida à mão no papel e não digitada no computador, como o restante do teste.

Além disso, álcool em gel estará disponível para que os estudantes higienizam as mãos, mas é permitido que eles levem o produto de casa, se desejarem. Como se trata de uma prova longa, é recomendado levar lanche e água.

Leia mais:

O que fazer e o que não fazer na véspera do Enem? Confira dicas para fazer uma boa prova
O que fazer e o que não fazer na redação do Enem? Confira dicas para tirar uma boa nota