Um homem de 25 anos foi assassinado com seis tiros no rosto em uma lanchonete do bairro Rosaneves, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (15). No momento do crime, a vítima aguardava o preparo de um lanche com a esposa.

De acordo com a Polícia Militar (PMMG), anteriormente, o casal esteve em um bar com familiares e, no local, a vítima teve um desentendimento com uma pessoa, mas não soube informar o motivo.

Mais tarde, já uma lanchonete, enquanto aguardavam, um homem, usando moletom vermelho com capuz por cima de boné, entrou no local já atirando contra a vítima.

Agiota

Aos militares, a mulher contou que o marido era agiota - prática ilegal de emprestar dinheiro a pessoas físicas ou jurídicas com juros acima do permitidos por lei -, e  que isso poderia estar relacionado com a motivação do homicídio.

Ainda segundo a PM, testemunhas disseram que o suspeito do crime fugiu em um carro após o crime, mas devido à falta de iluminação, não foi possível identificar modelo e placa do veículo.

Na residência da vítima, foi encontrado um caderno com anotações de possíveis credores. O material foi recolhido pela polícia e a ocorrência foi encerrada na Central Estadual de Plantão Digital.

Leia mais: 
BH aplica reforço contra Covid em trabalhadores da saúde e idosos de 82 a 85 anos nesta terça
Brasileiro de 8 anos é uma das pessoas mais inteligentes do mundo