O corpo de um homem foi encontrado carbonizado dentro de um carro, nesta segunda-feira (8), próximo à cidade de Machado, na região Sul de Minas Gerais. A vítima é um empresário de 48 anos que estava desaparecido desde o dia 27 de outubro. O suspeito de cometer o crime é um homem de 51 anos, também de Varginha, preso no último domingo (7) em uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal. 

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o corpo foi encontrado graças à análise de imagens de câmeras de segurança, que mostraram o trajeto que o suspeito fez com a vítima. Nos vídeos, é possível ver o empresário e suspeito indo em carros separados até a casa da companheira dele. Pouco tempo depois, o homem sai de dentro de casa e estaciona um dos carros na garagem. Os investigadores acreditam que nesse momento, a vítima foi colocada dentro do porta-malas. 

Durante a perícia no imóvel, os agentes encontraram indícios de uma grande quantidade de sangue. Segundo a PC, apesar de o local ter sido limpo, foi possível encontrar evidências de que alguém foi agredido no local. A suposta amante do suspeito procurou a polícia e informou que teria dado carona para o namorado, sem saber de qualquer envolvimento dele com o crime. A mulher disse ainda que deixou o homem na estrada entre as cidades de Paraguaçu e Machado, no Sul do Estado. 

Na manhã de segunda (8), a Polícia Civil ouviu a esposa e a filha do suspeito. A jovem, hoje com 18 anos, testemunhou que foi vítima de abusos sexuais cometidos pelo empresário dos 12 aos 14 anos. Para os policiais, esse pode ter sido a motivação do crime. O pai da garota ainda será ouvido pelos investigadores.

Leia também
Bope fará escolta da deputada Andréia de Jesus após parlamentar sofrer ameaças de morte
Sete Lagoas está em situação de alerta para epidemia de dengue em 2022