Pelo menos dez dos 26 homens mortos na operação policial em Varginha, no Sul de Minas Gerais, no último domingo (31), já foram identificados. Dos que já têm os nomes conhecidos, quatro eram moradores de Uberaba e dois de Uberlândia, ambas no Triângulo. Os outros são de Porto Velho, em Rondônia, um de Novo Aripuanã, no Amazonas, um de Rio Verde, em Goiás, e um de Caxias, no Maranhão.

Três suspeitos tiveram a identidade divulgada nessa segunda-feira (1º). A identificação do restante foi divulgada pela Polícia Civil nesta terça (2). Todos eles, conforme as investigações, estavam envolvidos em um esquema de assalto a bancos.

novo cangaçoOs suspeitos estavam com forte armamento

A confirmação da identidade dos mortos, até agora, foi feita por meio da impressão digital. O trabalho é realizado pelo Instituto de Identificação da corporação mineira, responsável por oito laudos, e pela Polícia Federal (PF), que chancelou três.

Os corpos estão no Instituto Médico-Legal (IML) Dr. André Roquette, em Belo Horizonte. Os parentes que querem fazer o reconhecimento e  a retirada devem comparecer à unidade com documento de identificação, tanto pessoal quanto do suspeito, bem como comprovante de residência de ambos.

Leia mais

O que é 'novo cangaço'? Entenda o termo usado na ofensiva que deixou 26 mortos em Varginha
Comissão de Direitos Humanos da ALMG vai investigar operação com 26 mortos no Sul de Minas