Subiu para 26 o número de mortos na operação policial, que aconteceu na madrugada deste domingo (31) em Varginha, no Sul do Estado. Segundo a força tarefa que envolve as polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal, mais um corpo foi contabilizado. 

A operação ocorreu na zona rural de Varginha, onde os policiais foram recebidos a tiros por uma quadrilha que planejava um ataque na cidade. “Quando iniciamos a abordagem fomos recebidos a tiros e precisamos reagir. Foi prestado socorro aos bandidos com as viaturas, mas utilizamos armas de grande poder de fogo e quer produzem grandes ferimentos”, explica o tenente-coronel da PM, Rodolfo César Morotti Fernandes.

Na operação, foi apreendido um verdadeiro arsenal que seria utilizado na ação dos criminosos. Pelo menos 10 fuzis e cerca 40 carregadores com munição estavam entre os itens. Pistolas, espingardas, escopetas, granadas, galões que parecem ser de  combustível, uniformes militares e coletes a prova de balas faziam parte do aparato dos criminosos.

Leia Mais:
Moradores de Varginha relatam misto de susto e alívio após ação da polícia que desmantelou quadrilha
Romeu Zema parabeniza ação policial que matou 25 integrantes de quadrilha em Varginha