O governador Romeu Zema (Novo) comemorou o sucesso da operação policial conjunta entre as polícias Militar e Rodoviária Federal, na madrugada deste domingo (31), que terminou com a morte de 25 integrantes de uma quadrilha, que atacaria unidades bancárias em Varginha, no Sul do Estado.

Pelo Twitter, o chefe do executivo mineiro destacou que o sucesso da operação se deu pelo trabalho de inteligência conjunta. "Em Minas a criminalidade não tem vez. As Forças de Segurança do Estado trabalham com inteligência e integração para impedir ações criminosas", escreveu Zema, em seu perfil.

Em outro post, o governador afirma que a operação mostra que Minas é o Estado mais seguro do país. "Em Varginha, a PMMG ao lado da PRF, antecipou bandidos do chamado 'novo cangaço', em uma das maiores operações da história no combate a esse tipo de crime. Parabéns a todos heróis envolvidos! Estamos trabalhando para que Minas siga sendo o Estado mais seguro do país."

A ação policial contou com efetivo de 22 militares e teve a participação do Bope e Grupo de Resposta Rápida (GRR) da PRF. Na ação, a polícia apreendeu grande arsenal com pelo menos 10 fuzis, escopetas, espingardas e muita munição, inclusive cartuchos de grosso calibre. Galões de combustível, explosivos e coletes, dinheiro e roupas militares também foram apreendidas.

Leia Mais:
PM acredita que quadrilha recebeu ajuda de alguém de dentro do banco em Varginha
Quadrilha executada em Varginha seria a mesma dos ataques em Araçatuba e Uberaba, diz polícia