Um rapaz de 21 anos foi atingido por cinco tiros na porta de um bar na noite dessa quarta-feira (27) em Montes Claros, no Norte de Minas. A suspeita é de que o autor seja um militar do Corpo de Bombeiros, de 42 anos, que estava de folga. 

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que o crime teria sido motivado por vingança, porque a vítima teria importunado sexualmente a filha do autor dos disparos. Os militares acreditam que o rapaz divulgou fotos íntimas da adolescente de 12 anos, filha do bombeiro.

A versão da PM ainda não foi confirmada pela Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar o crime. Imagens de câmeras de segurança que circulam nas redes sociais mostram movimentação normal no bar, por volta das 21h50. No vídeo, um homem, que seria o militar, aborda a vítima e começa a discutir com o rapaz que não dá atenção.

Os dois homens saem do quadro do vídeo, mas, segundos depois, é possível ver todos os ocupantes do local saindo apressados, no momento em que teriam ocorrido os disparos contra o rapaz. E, segundo testemunhas, o suspeito teria fugido logo depois.

O registro da PM aponta que a vítima foi atingida no abdômen, no tórax e em um dos braços. Ele foi atendido por uma equipe do SAMU e encaminhado para a Santa Casa de Montes Claros. O hospital informou que o jovem passou por cirurgia e está em estado grave, respirando com a ajuda de aparelhos.

Em nota, o Corpo de Bombeiros afirmou que acompanha o caso e que tomará as medidas cabíveis. A corporação ainda reforçou que "realizará as apurações com rigor e observância das prescrições legais".

Leia mais:
Mais uma cidade de Minas suspende serviço não essencial após surto de Covid-19
Governo de MG e AMM assinam acordo que libera R$ 7 bilhões de verbas retidas da saúde a municípios