Os trabalhadores das rede pública municipal de ensino de Belo Horizonte anunciaram uma paralisação total nessa quinta-feira (28). A suspensão das atividades da categoria marcam o Dia Nacional do Servidor Público.

Os profissionais protestam contra a precarização das condições de trabalho durante a pandemia da Covid-19, a impossibilidade de planejamento de tempo das aulas e o fim do congelamento salarial.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal (Sind-REDE), às 14h30 haverá uma manifestação na porta da Prefeitura de Belo Horizonte e uma assembleia na Praça Afonso Arinos, no Centro, às 13h.

 A Secretaria Municipal de Educação da capital informou que as escolas municipais funcionarão normalmente nessa quinta-feira (28). E que a adesão à paralisação ou à manifestação é de cada servidor. 

No mesmo dia, às 15h, os trabalhadores da educação vão para a Assembleia Legislativa, onde participam de um ato unificado de todos os servidores municipais contra a reforma administrativa do Governo Federal e o projeto de ajuste fiscal proposto pelo governador de Minas, Romeu Zema (NOVO).


Leia também
Veja o que abre e fecha em BH nesta quinta, Dia do Servidor Público; PBH decretou ponto facultativo
Estação de metrô do Horto terá funcionamento especial para jogo do Cruzeiro nesta quinta