Cães e gatos de Belo Horizonte poderão receber a vacina contra a raiva no próximo dia 16. De acordo com a prefeitura da capital, a data será dedicada especificamente para a campanha na cidade.

O objetivo é imunizar cerca de 280 mil animais. Para isso, serão disponibilizados aproximadamente 250 pontos de vacinação, que ainda serão confirmados no Portal da Prefeitura. Para garantir a fluidez da iniciativa, no dia não haverá aplicação das doses contra a Covid-19.

A raiva é uma doença infecciosa transmitida ao ser humano pela saliva e secreções de animais infectados, principalmente por mordidas, arranhaduras e lambeduras. Cães e gatos são a principal fonte de infecção, mas há também morcegos, raposas, gatos do mato, saguis e gambás. Bois, vacas e cavalos também são transmissores da enfermidade. A letalidade é de quase 100%.

Em decorrência dos registros da doença, o Parque Municipal, no Centro de BH, precisou ser fechado. Só neste ano, pelo menos 11 morcegos foram diagnosticados com raiva. O espaço de lazer só será reaberto quando todos os felinos que vivem no local forem imunizados.

Em caso de dúvidas, a prefeitura disponibiliza os centros de zoonoses, espalhados pelas nove regionais da cidade. Veja os telefones para contato:

  • Barreiro: 3266-5917/3277-5920
  • Centro-Sul: 3277-6357
  • Leste: 3277-4313
  • Nordeste: 3277-6226/3277-6234
  • Noroeste: 3277-7648/3277-4583
  • Norte: 3277-7382/3277-7967
  • Oeste: 3277-7021
  • Pampulha: 3277-7919

Segundo o Executivo municipal, não há registro de raiva em humanos na metrópole desde 1984. Em gatos e cães, a doença não ocorre há 36 e 32 anos, respectivamente. 

Leia mais:
BH vacina adolescentes de 12 anos com a primeira dose contra a Covid-19 neste sábado; confira locais
Ciclista pedala por 12 horas na praça Sete para arrecadar brinquedos; ação acontece há 6 anos