Após constatar "desajustes técnicos", a BHTrans suspendeu a operação de 11 radares de controle de velocidade na capital mineira. A medida, anunciada nesta terça-feira (5), foi tomada após revisões nos equipamentos.

A autarquia garante que as multas aplicadas desde 23 de junho, quando os aparelhos passaram a operar, serão canceladas. A quantidade de punições não foi divulgada.

Ainda de acordo com a BHTrans, os equipamentos são da marca Perkons. Eles teriam sido responsáveis pela aplicação incorreta de multas em importantes avenidas da metrópole, como a Cristiano Machado, Pedro I e Teresa Cristina. Confira as localizações dos radares suspensos:

  • Av. Cristiano Machado, esquina com rua Tamboril;
  • Av. Cristiano Machado, esquina com rua Zaira de Paula;
  • Av. Cristiano Machado, 1.320;
  • Av. Cristiano Machado, 1.700;
  • Av. Cristiano Machado, 4.001;
  • Av. Cristiano Machado, oposto ao 4.001;
  • Av. Dom Pedro I, 2.062;
  • Av. Dom Pedro I, 2.177;
  • Av. Raja Gabaglia, 2.226;
  • Av. Raja Gabaglia, 2.271
  • Av. Teresa Cristina, 6.776.

Em nota, a BHTrans afirmou que "o cidadão pode desconsiderar as notificações de infração por excesso de velocidade registradas, a partir de 23 de junho de 2021, nos locais citados acima. Nenhuma dessas notificações será convertida em multa".

Revisão

A empresa confirmou que toda a operação dos equipamentos da fabricante Perkons foi suspensa, como forma "de garantir total transparência na gestão dos equipamentos de fiscalização eletrônica e respeito aos condutores". 

Ainda disse que "a empresa contratada e responsável pelos serviços já foi notificada para fazer uma revisão completa e todos os ajustes necessários. Os 11 equipamentos somente deverão retornar às suas operações normais quando estiverem ajustados totalmente dentro dos padrões exigidos pela BHTrans."

Leia mais:
Adolescentes de 12 anos poderão receber vacina contra Covid no próximo sábado em BH
BH autoriza 100% dos alunos em ensino presencial; medida vale a partir de 18 de outubro