Uma das quatro vítimas do acidente com um ônibus de viagem na BR-116, em Leopoldina, na Zona da Mata, é um bebê de 1 ano e 1 mês. No sábado (2) à noite, o veículo caiu em uma ribanceira de 150 metros.

Segundo a Polícia Civil, dos mortos, três já foram identificados. Além da criança, duas mulheres, de 48 e 65 anos. De acordo com a perícia, os óbitos foram causados por politraumatismo contuso. Outras 48 pessoas ficaram feridas no acidente.

As causas do acidente serão apuradas pela perícia, que já coletou várias informações no local da ocorrência. Os corpos foram removidos para o Posto Médico Legal de Leopoldina.

O acidente 

Conforme o Corpo de Bombeiros, a ocorrência aconteceu por volta das 23h do sábado (2), na altura do km 776. O veículo partiu de Santo Amaro, no interior de São Paulo, com destino a Ubatã, na Bahia. 

O coletivo, que transportava 52 pessoas, entre eles 46 adultos, cinco crianças e o motorista, saiu da pista e capotou. Inicialmente, a informação era de oito óbitos, mas houve uma correção no número de vítimas às 17h30 desse domingo (3). 

Leia mais:

Ônibus cai de uma altura de 150 metros e deixa mortos e feridos em Minas
Carro capota no Anel Rodoviário de BH e deixa três pessoas feridas