Pelo menos oito pessoas morreram e várias ficaram feridas durante um tiroteio em uma universidade de Perm, na Rússia, nesta segunda-feira (20). De acordo com agências internacionais de notícias, o atentado foi praticado por um estudante da instituição. 

Segundo relatos, cerca de 60 alunos estavam na sala no momento dos disparos. Em pânico, alguns estudantes chegaram a saltar pelas janelas do edifício para se salvarem. O suspeito foi detido pela polícia local.

Conforme a polícia local, o atirador, de 18 anos, publicou nas redes sociais uma foto onde era visto com um capacete e segurando uma arma. Ele indicou que as atitudes não seriam motivadas por política ou religião, mas por ódio.

Vladimir Putin, presidente russo, atribuiu as ações à influência dos Estados Unidos, um efeito da globalização.

Leia mais:

'Ciência deve ser o indicador de onde mexer e onde preservar', diz o ex-ministro Alysson Paolinelli
Animais silvestres estão retornando à região de Brumadinho depois de desastre ambiental