A Prefeitura de Belo Horizonte anunciou, nesta quarta-feira (8), a ampliação de ações voltadas para a população de rua da capital. 

Mais de R$ 30 milhões serão destinados para políticas de acolhimento. Serão priorizados, de acordo com o Executivo, hotéis e instalações adequadas para a execução dos serviços, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania. 

Já o trabalho de gestão do espaço público será coordenado pela pasta de Política Urbana, em parceria com a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e Secretaria Municipal de Segurança e Prevenção, com ampliação das equipes de abordagem na área central e rigor no cumprimento das regras do uso dos espaços públicos, com o apoio da Polícia Militar, caso seja necessário.

Segundo a PBH, a cidade tem cerca de 4,7 mil pessoas em situação de rua.

Leia Mais:
Incêndio destrói 25 hectares em mata nas proximidades de escola e condomínio de Nova Lima
Poluição, falta de chuvas e ventos fortes, e queimadas: o céu de BH está acinzentado
Fogo já consumiu mais de 400 hectares de vegetação na Serra de São José; veja o vídeo