Após um ano e meio fechados, os salões de refeições das quatro unidades dos Restaurantes Populares da capital serão reabertos, de forma gradual, a partir de quarta-feira (8). As informações foram divulgadas pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) nesta segunda (6). 

Na primeira fase, os salões vão receber o público geral para alimentação no interior dos restaurantes. A definição, de acordo com a PBH, foi feita após visita técnica da equipe da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde e emissão de laudos orientando sobre os protocolos que devem ser seguidos para o retorno das atividades. 

O atendimento com marmitex ainda será mantido e orientações sobre o uso dos restaurantes estarão afixadas por todo o percurso. A PBH informou, ainda, que colaboradores darão instruções aos usuários sobre medidas necessárias, como a obrigatoriedade do uso de máscaras, exceto no momento da refeição, além do distanciamento nas filas e mesas. 

A próxima fase, com retorno do funcionamento regular e oferta das refeições em bandejas, ainda não tem data definida, mas depende de análise técnica e avaliação das condições para o atendimento com as bandejas. 

Na capital, o valor pago pela população em geral é de R$ 3 para o almoço, R$ 1,50 para o jantar e R$ 0,75 para o café da manhã. As refeições servidas para as pessoas em situação de rua são 100% subsidiadas pela PBH e os beneficiários do Programa Bolsa Família pagam metade do preço cobrado. Veja aqui os endereços e horários de funcionamento de cada restaurante. 

Oferta durante a pandemia

Durante a pandemia da Covid-19, a oferta de refeições nos restaurantes foi adaptada, com entrega de marmitex. De 18 de março de 2020 a 22 de agosto de 2021, foram servidas mais de 2,4 milhões de refeições, entre café da manhã, almoço e jantar. Deste total, aproximadamente 890 mil refeições foram ofertadas de forma gratuita para a população em situação de rua.

Leia mais:
Covid: Minas recebe mais de 170 mil doses da Pfizer nesta segunda-feira
Mortes por Covid-19 recuam 30,4% e atingem menor média no ano no Brasil
Minas registra mais de 6 mil casos de Covid-19 nos últimos três dias; foram 79 óbitos