Os mineiros poderão enviar sugestões e opiniões sobre a revisão das tarifas da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig) a partir desta sexta-feira (3). A consulta pública ficará aberta até 17 de setembro.

De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), a sociedade poderá enviar contribuições sobre a determinação da taxa de custo de capital que irá vigorar no próximo ciclo tarifário da concessionária.

Na prática, a revisão tarifária tem implicações no preço pago pelos consumidores de gás natural canalizado e, por isso, a participação popular é tão importante. Podem participar consumidores atuais e futuros do combustível, além de vendedores do produto, uma vez que o produto da Gasmig atende aos segmentos residencial, comercial, veicular, industrial, entre outros.

As sugestões e opiniões devem ser enviadas para o e-mail rtp@desenvolvimento.mg.gov.br. Outras informações sobre o tema podem ser vistas neste link. Essa será a segunda revisão tarifária da Gasmig. A Sede também explicou que realizará uma segunda consulta pública, prevista para ocorrer no período de 23 de dezembro deste ano até 6 de janeiro de 2022, referente à receita requerida que vigorará no próximo ciclo tarifário.

"Após as consultas públicas, será possível finalizar o processo de revisão tarifária e determinar o novo reposicionamento tarifário da Gasmig", informou o governo, em nota. 

Leia mais:
Betim, na Grande BH, vacina pessoas de 18 anos nesta sexta
Justiça reverte cassação do prefeito de Itambacuri, no Vale do Rio Doce
Treze macrorregiões mineiras seguem na onda mais flexível do plano de retomada da economia