A variante Delta do novo coronavírus matou mais uma pessoa em Minas, conforme informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta terça-feira (24). Trata-se de um morador de Uberaba, no Triângulo. Mais informações, como sexo e idade do paciente, não foram divulgadas. 

Até a manhã desta terça, apenas um óbito pela cepa havia sido registrado. Um idoso de 74 anos morreu em Rio Novo, na Zona da Mata. Segundo a prefeitura da cidade, ele ficou internado em um hospital de Juiz de Fora, mas não resistiu.

Em relação aos casos notificados em Minas, a SES informou que 91 amostras genotipadas identificaram a cepa no Estado. Dentre elas, 12 foram consideradas como confirmadas, sendo identificadas nas cidades de Juiz de Fora, Belo Horizonte (3), Itabirito, Montes Claros, Unaí (2), Carangola, Divino (2) e Virginópolis. Outras 79 seguem como "prováveis" pela pasta. Com isso, o número de notificações confirmadas pode ser ainda maior. 

Betim, na Grande BH, e Mirabela, no Norte de Minas, também confirmaram a circulação da variante e seguem aguardando confirmação pelo Estado, após a notificação dos casos.

Perfil

Dos casos suspeitos e confirmados, 51 foram identificados em mulheres (56%). Os pacientes têm entre 8 e 93 anos - a média de idade é 48. Veja aqui onde cada caso foi detectado. 

Em nota, a SES informou que segue conduzindo a investigação, junto aos municípios, para avaliação da história clínica e epidemiológica dos pacientes e  contatos. “Diante das investigações realizadas, número de confirmações e distribuição dos casos pelo território, pode-se afirmar que existe transmissão comunitária da variante Delta no Estado”, diz o comunicado. 

Leia mais:
Minas investiga dez casos suspeitos da variante Delta do coronavírus
BH confirma terceiro caso da variante Delta do coronavírus
Brasil registra 570 casos da variante Delta do coronavírus