A Universidade Federal de Uberlândia (UFU), no Triângulo Mineiro, confirmou nesta segunda-feira (23), a detecção da variante Delta em dois pacientes com Covid-19 no Hospital de Clínicas (HC).

Segundo a instituição, os pesquisadores coletaram, entre 23 de julho e 20 de agosto, 28 amostras de secreção de nasofaringe em pacientes que foram submetidos ao protocolo para detecção da nova cepa (RT-qPCRs multiplex). O resultado apontou três amostras positivas, que foram coletadas em 30 de julho, 2 e 18 de agosto. Duas amostras são de um mesmo paciente, que repetiu o teste, e a outra de uma terceira pessoa. 

Os dois pacientes têm entre 20 e 50 anos e chegaram ao hospital com síndrome gripal e o protocolo de atendimento não registra se foram vacinados ou não. Eles se recuperaram em casa e, conforme o monitoramento, apresentaram apenas sintomas de dor muscular.

O Hoje em Dia procurou a Secretaria de Estado de Saúde (SES), que informou que Minas Gerais tem 12 casos confirmados da variante Delta, mas nenhum deles reportado em Uberlândia.

O primeiro caso da cepa foi detectado, em outubro do ano passado, na Índia. No Brasil, segundo o balanço mais recente divulgado pelo Ministério da Saúde, foram encontrados 1.050 casos do vírus até 14 de agosto.

Estudos divulgados em julho deste ano pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo instituto britânico Imperial College afirmam que a variante Delta tem transmissibilidade 97% maior do que a cepa original do coronavírus.

Leia Mais:
Quase 6 mil pessoas estão com segunda dose da vacina contra a Covid atrasada em Betim
BH anuncia cadastramento de adolescentes com comorbidades, deficiência, gestantes e puérperas
Vacinar adolescentes torna mais seguro retorno às aulas, reforça Fiocruz