Um suspeito de matar 12 pessoas em Belo Horizonte e região metropolitana foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (18). Na ocasião, o homem, de 31 anos, estava internado em um hospital de Venda Nova por ter sofrido um atentado. 

A delegada Ingrid Estevam relatou que um dos homicídios aconteceu em 19 de junho, em decorrência de uma guerra travada por conflitos entre uma organização de tráfico de drogas. Após um desentendimento, o grupo se dividiu em dois e a vítima, de 33 anos, teria seguido o lado oposto ao do suspeito.

O assassinato teria ocorrido enquanto a vítima cortava o cabelo em uma barbearia. O suspeito foi até o local junto com um comparsa e deu uma série de tiros. Segundo Ingrid, cerca de um mês depois, o indivíduo teria também executado o comparsa. 

Ambos os crimes aconteceram no bairro Jardim da Felicidade, na região Norte de Belo Horizonte. 

Leia mais:

Estado divulga lista com 40 mil vagas para cursos gratuitos em 110 cidades de Minas
Governo de Minas leiloa veículos apreendidos em operações contra drogas; confira os lotes
Policial acusado de homicídio após briga de trânsito em BH é condenado a mais de 12 anos de prisão