Foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão o policial militar acusado de matar um homem a tiros depois de uma discussão de trânsito no bairro Calafate, região Oeste de Belo Horizonte. O crime aconteceu em junho de 2017.

De acordo com a sentença divulgada pelo 2º Tribunal do Júri da Comarca da capital, o réu foi denunciado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e pelo uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

A pena base havia sido fixada em 16 anos e seis meses, mas foi reduzida devido ao histórico do agente e ao testemunho em favor do réu, relativo ao seu comportamento e preparo, conforme a sentença divulgada pela Justiça.

O policial poderá recorrer da decisão em liberdade. O Hoje em Dia entrou em contato com a Polícia Militar para confirmar a atual situação do homem junto à corporação, mas ainda não obteve resposta.

Entenda o caso

Segundo a denúncia do Ministério Público, em 2 de junho de 2017, a vítima teria realizado uma manobra repentina na avenida Tereza Cristina, altura do bairro Calafate, na região Oeste de BH.

Inconformado, o militar, que estava de folga e seguia na mesma via, teria aproveitado o semáforo vermelho para descer do carro e ir até o motorista, atirando diversas vezes contra ele, que morreu no local. O policial fugiu, mas se entregou dias depois.

Leia Mais:
Kalil diz que jogo do Galo 'não passou no teste' e promete barrar torcida se houver aglomeração
Escolas de BH poderão ter o dobro de alunos a partir da próxima semana, diz Kali