O governo de Minas Gerais informou que os trabalhadores da rede estadual de educação terão que suspender imediatamente a greve deflagrada em 2 de agosto. De acordo com o Executivo, a determinação é do Tribunal de Justiça (TJMG). 

A paralisação foi decretada pelo sindicato da categoria na mesma data de reabertura das escolas da rede. 

Conforme o decreto de interrupção da greve, o descumprimento será penalizado com multa diária de R$ 20 mil, limitada a R$ 2 milhões.  

O sindicato ainda não se manifestou sobre o ocorrido. 

Leia mais: 

Fiocruz entrega 3 milhões de doses da vacina AstraZeneca ao governo federal
BH convoca profissionais da Educação Infantil para 2ª dose da vacina contra Covid e fará repescagem
Pesquisa de vacina contra Covid-19 da UFMG receberá R$ 30 milhões do acordo da Vale