Montes Claros, no Norte de Minas, pode ter um caso de transmissão comunitária pela variante Delta do coronavírus. Um homem de 30 anos teve a contaminação pela cepa confirmada mesmo sem histórico de viagem recente. As informações são da prefeitura do município.

O morador tomou a primeira dose da vacina em 11 de julho e teve o início dos sintomas três depois. No dia 20, foi feita a coleta para o exame de Covid, com a confirmação para a variante detectada na última segunda-feira (9).  Assim como o homem, familiares e pessoas próximas a ele também não viajaram recentemente.

O paciente teve sintomas leves, cumpriu isolamento e, de acordo com a administração municipal, já está curado da doença. A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) ainda não se pronunciou sobre o caso.  

Flexibilização adiada

Em nota, a Prefeitura de Montes Claros informou que flexibilizaria algumas atividades em breve, mas que, diante da nova ameaça de variante, decidiu aguardar “um pouco mais” a movimentação dos números da doença.

O comunicado também reafirma a necessidade dos cuidados e medidas de proteção contra a o vírus, como uso de máscara, higienização e distanciamento social, evitando aglomerações. “A Prefeitura já tomou as medidas necessárias para o enfrentamento da atual situação”.

Variante em Minas

A linhagem foi detectada na Índia em 2020 e apontada como responsável por uma onda de casos e mortes por lá. A cepa é considerada mais transmissível. Em Minas, 11 notificações da cepa foram detectadas até o momento. 

As últimas sete foram registradas nessa terça-feira (10), após análises da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Os exames analisados indicam confirmação da mutação nas regionais de Saúde Belo Horizonte (1), Unaí (2) e Manhuaçu (3), além do registro em Montes Claros. Os demais municípios ainda não foram divulgados. 

Os quatro primeiros casos, já confirmados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), são de Belo Horizonte – dois adolescentes que voltaram do Reino Unido –, Juiz de Fora, na Zona da Mata, e de Virginópolis, no Vale do Rio Doce. 

Leia mais:
Casos da variante Delta em Minas quase triplicam em apenas uma semana, mostra pesquisa da UFMG
SES investiga caso suspeito de transmissão comunitária da variante Delta em Minas
Zema diz ser 'improvável' novo fechamento de cidades, mesmo com variante Delta mais transmissível