Um brasileiro morre a cada 90 segundos por problema no coração. O alerta foi feito nessa segunda-feira (9) pela vice-presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia - Regional Minas Gerais (Sbem-MG), Flávia Coimbra, durante entrevista exclusiva do Hoje em Dia.

As estatísticas preocupam, o que levou a entidade a fazer um alerta na semana de combate ao colesterol alto. De acordo com o órgão, a alta quantidde de gordura presente na estrutura das membranas celulares pode causar doenças e até levar à morte. Por outro lado, o colesterol não é ruim quando está equilibrado, pois é fundamental para o bom funcionamento do organismo.

De acordo com Flávia Coimbra, o fígado é responsável pela produção de cerca de 70% de todo o colesterol, e a a alimentação responde pelos outros 30%.

A representante da Sbem-MG enfatiza que “o colesterol alto precisa ser tratado para salvar vidas e reduzir riscos de doenças cardiovasculares”. As mortes em decorrência desses problemas, segundo ela, podeam ser evitadas com o tratamento e a prevenção.

A médica ressalta, ainda, ser importante fazer a dosagem de colesterol em crianças a partir dos 10 anos. Os adultos precisam fazer o exame regularmente.

Se houver alguma alteração, o acompanhamento médico é essencial, uma vez que o especialista pode pode receitar medicamentos para controlar os níveis de colesterol no organismo.

Além disso, a prevenção também está relacionada a uma alimentação saudável e balanceada e à prática de exercícios físicos.

Acompanhe a entrevista na íntegra.