O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) abriu quatro vagas para professores visitantes, sendo três em Belo Horizonte e uma em Formiga, no Centro-Oeste do Estado. A carga horária é de 40 horas semanais e a remuneração pode chegar até R$ 6.289,21 (além dos benefícios), conforme a formação do candidato aprovado.

Para as vagas em BH, as inscrições vão até o próximo domingo (18). Em Formiga, o prazo é até a próxima sexta-feira (23). O formulário para inscrição pode ser preenchido aqui. É necessário pagar uma taxa de R$ 50

Confira abaixo os detalhes das vagas para a capital (edital)

Análise de dados e planejamento estratégico da Pró-reitoria de Extensão: 

- Formação em curso de licenciatura em matemática, química ou física;
- Doutorado há, no mínimo, dois anos;
- Conhecimentos em análise de dados; técnicas de análise descritiva, inferencial (testes de hipótese) e multivariada (análise fatorial);
- Conhecimento em utilização de softwares estatísticos como R, PSPP, planilhas de cálculo e similares.

Análise de dados educacionais e planejamento estratégico da Pró-reitoria de Ensino:

- Formação em curso de licenciatura em matemática, química ou física;
- Doutorado há, no mínimo, 2 (dois) anos;
- Conhecimentos em análise descritiva de dados; legislação educacional; avaliação interna e externa de cursos superiores.

Ética em pesquisa e bioética: política institucional e boas práticas:

- Doutorado há, no mínimo, 2 (dois) anos, em uma das seguintes áreas: políticas sociais, saúde pública, saúde coletiva, ciências da saúde;
- Experiência de pesquisa nos temas: ética em pesquisa; bioética; conduta e boas práticas do pesquisador para a integridade científica; constituição e funcionamento de Comitês de Ética em pesquisa com seres humanos e pesquisa com animais; acesso ao Patrimônio Genético (PG) e ao Conhecimento Tradicional Associado (CTA).

Para a vaga em Formiga (edital), os detalhes são:

Inovação em Sistemas Inteligentes (Polo de Inovação):

- Doutorado há, no mínimo, 2 (dois) anos, em uma das seguintes áreas: Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia Elétrica ou Engenharia de Computação. No caso de não possuir o título, profissionais com comprovada competência em ensino, pesquisa e extensão tecnológicos ou reconhecimento da qualificação profissional pelo mercado de trabalho também poderão se inscrever.
- Experiência como docente ou pesquisador de reconhecida competência, com produção científica relevante, preferencialmente nos últimos cinco anos.

Leia mais:

Sete pessoas são indiciadas por desviar vacinas contra Covid na Grande BH; três são da Saúde
Minas solicita à Anvisa autorização para vacinar pessoas entre 12 e 17 anos; doses já foram pedidas
Tragédia da Samarco: famílias sem indenização devem ser cadastradas em até 8 meses