Apenas uma a cada dez pessoas com o esquema vacinal da CoronaVac incompleto procurou os postos de saúde de Belo Horizonte nos últimos 15 dias. A baixa procura pela imunização contra a Covid preocupa autoridades e especialistas, que fizeram novo apelo à população para tomar a segunda dose.

Em 21 de junho, 37 mil pessoas estavam com a vacinação pendente. Atualmente, o número é de 32,9 mil, entre trabalhadores da saúde e idosos – ou seja, em duas semanas, apenas 4.100 atenderam ao chamado. 

“Uma dose não dá proteção suficiente. Além de não se proteger a pessoa, vai contribuir para o risco coletivo, porque se você não se protege, pode transmitir. É um problema duplo, individual e coletivo”, afirmou o infectologista Estevão Urbano, membro do Comitê de Enfrentamento à Pandemia em BH. 

O médico também alerta para os casos em que as pessoas estariam deixando de tomar o reforço com o intuito de receber um produto de outra marca, algo que, por enquanto, não é previsto pela administração municipal. 

“Não existe nenhum estudo comparativo que mostre que uma vacina é superior a outra. Isso não tem nenhuma defesa científica”. 

Para receber a dose é necessário levar comprovante de residência, cartão de vacina, documento de identidade e CPF. O horário de funcionamento é das 7h30 às 16h30, para pontos fixos, e das 8h às 16h30 no drive-thru. A PBH reforça que os usuários devem ficar atentos aos endereços, já que, por questões de logística, são alterados com frequência.

Hoje, em BH, também serão imunizados contra o coronavírus os moradores com 47 anos, completados até 31 de julho. 

Amanhã é a vez dos idosos de 63 anos, que receberão a segunda dose. Além dos documentos, é preciso ter em mãos o comprovante da primeira aplicação. Os endereços estão disponíveis no portal da Prefeitura de BH.

Até o momento mais de 5,2 mil pessoas morreram por Covid na capital. Os casos já chegam a 238 mil.

Leia mais:
Covid-19: BH vacina moradores de 47 anos nesta terça-feira; veja os endereços
Taxa de transmissão da Covid-19 volta a subir e chega 0,93 em BH
Museus públicos de Belo Horizonte reabrem para visitação na quarta; veja programação