Exatos 50% do público-alvo da campanha de imunização contra a Covid-19 de Belo Horizonte foi vacinado, segundo dados do boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura, divulgado nesta segunda-feira (21). A meta é proteger toda a população com mais de 18 anos, composta por pouco mais de 2 milhões de moradores.

Conforme o levantamento da PBH, 1.019.775 pessoas receberam a primeira dose, entre CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer. Deste grupo, 414 mil tomaram o reforço, equivalente a 20,3% do total. Ao todo, a capital recebeu do Ministério da Saúde mais de 1,7 milhão de unidades. 

Nesta segunda-feira (21), a administração municipal ampliou a vacinação para todas as grávidas e puérperas sem comorbidades a partir desta terça (22). Também foram convocados aqueles que estão com a segunda dose da CoronaVac atrasada.

Indicadores

Ainda de acordo com o boletim, dois dos três indicadores que monitoram a pandemia em BH apresentaram queda. A taxa de ocupação das UTIs exclusivas para o tratamento de pacientes com o coronavírus caiu de 71,8%, na sexta-feira (18), para 71,1%, mas segue na faixa vermelha.

A utilização das enfermarias também foi reduzida, saindo de 55,5%, na semana passada, para 52,6%, hoje, e se mantém no nível amarelo. Por outro lado, o número médio de infectados apresentou ligeiro aumento, saindo de 0,90 para 0,92, porém, permanecendo na faixa verde, a de menor risco.

Leia mais:

BH amplia vacinação contra a Covid-19 para todas as gestantes e puérperas sem comorbidades
Minas recebe maior remessa de AstraZeneca nesta segunda-feira
Pessoas de 49 anos ou mais serão vacinadas contra Covid, em Contagem, a partir desta terça