Em meio à escassez de vacinas contra a Covid-19 em todo o país, a Prefeitura de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, confirmou a perda, nesse fim de semana, de 270 doses da AstraZeneca. Foi a segunda vez neste ano. A justificativa foi problema técnico. Outros 1.442 imunizantes de outras doenças também expiraram.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a Sala de Vacina da Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Petrópolis passou por uma limpeza geral no último sábado (19). Durante o trabalho, realizado por empresa terceirizada, a câmara fria foi desligada e não foi reconectada à energia.

O desperdício foi identificado na manhã desta segunda-feira (21) pela equipe responsável pelo posto de saúde. Somente os imunizantes contra a Covid serviriam para proteger 135 cidadãos. Em relação às outras 1.442 doses perdidas, a prefeitura não informou contra quais enfermidades elas seriam utilizadas.

Em nota, a Secretaria Municipal ainda declarou que a gerência de unidade e a Central de Vacinas do município foram comunicados sobre o fato. "A prefeitura está apurando a intercorrência para tomar as providências cabíveis".

A reportagem procurou a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) para saber se as doses serão repostas e se há alguma penalidade ao município, e aguarda retorno.

Segunda vez

Em abril deste ano, 120 doses de vacina contra a Covid-19 foram descartadas após uma pane no refrigerador da UBS do bairro Cruzeiro do Sul, também em Betim. Além deles, outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação também foram anulados.

Leia mais:
Toda população adulta deverá receber vacina contra Covid até setembro, afirma ministro da Saúde
Especialistas recomendam vacinas contra doenças mais comuns no inverno
Somente 13% das indústrias renegociaram planos de saúde na pandemia, diz pesquisa