Imprescindíveis durante a pandemia, os caminhoneiros receberam a vacina contra a Covid-19 neste sábado (12) em Belo Horizonte. Responsáveis pela distribuição de produtos aos quatro cantos do país, a categoria finalmente se sente protegida para continuar o trabalho.

A partir de hoje, os motoristas de caminhão cadastrados no site da prefeitura, até a última segunda-feira (7), podem tomar o imunizante nos postos da capital. A aplicação no grupo continuará ao longo dos próximos dias.

Segundo Matheus da Silva Correia, de 30 anos, que é motorista e dono de uma transportadora, a demanda pelo transporte, principalmente com as compras pela internet, cresceu no último ano. “Estou vendo bem mais caminhões rodando na pandemia, com mais solicitações de frete do que antes”.

Caminhoneiro

Matheus da Silva Correia disse que se sente mais seguro para trabalhar após a vacina

Imunizado, ele se sente mais tranquilo e seguro para trabalhar. Além disso, afirma que a classe está feliz com a entrada nos grupos prioritários. “O pessoal estava falando no rádio sobre começar a vacinação hoje. Parecia final de Copa do Mundo”, brincou.

No Centro de Saúde Carlos Prates, na região Noroeste de BH, o movimento foi tranquilo e sem filas, explicou Marcos Donizetti, de 41 anos. Mesmo protegido, ele relembra que é necessário manter os cuidados para evitar a doença.

“Estava ansioso, não só eu, mas a família inteira. A gente se expõe muito por estar em trânsito o tempo todo. Então acabamos nos colocando mais em risco de contaminação”, afirmou. 

Conforme o boletim epidemiológico e assistencial da Prefeitura de BH dessa sexta-feira (11), 969 mil moradores foram vacinados com a primeira dose contra o coronavírus, número equivalente a 48% do público-alvo. Deste grupo, 409 mil já foram contemplados com o reforço.

*Com Fernando Michel

Leia mais:

Caminhoneiros cadastrados podem se vacinar contra a Covid-19 neste sábado em BH
Após Bolsonaro defender desobrigação do uso de máscaras, médicos dizem que atitude é inaceitável