O Sistema Digital de Fiscalização (SIF) da Prefeitura de Belo Horizonte, acessível apenas para servidores da administração municipal, foi alvo de um hacker na tarde desta terça-feira (8). Apesar da invasão, nenhum dado foi perdido ou vazado, conforme a PBH.

A plataforma SIF é gerenciada pela Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte (​Prodabel) e serve para o registro de informações de ações fiscais e contém dados sigilosos de empresas e cidadãos.

Críticas ao prefeito

Em uma das imagens reproduzidas nas redes sociais, é possível ver que o invasor fez críticas à gestão do prefeito Alexandre Kalil (PSD) no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Segundo o texto, os empresários de BH "amaldiçoam" o chefe do Executivo.

"Prefeito Kalil, todas as suas ações como gestor de uma das maiores capitais brasileiras serviram para o fim de manter burocracias e destruir a economia. Os empresários de Belo Horizonte te amaldiçoam. Fechar os comércios não faz de você um salvador de vidas, mas um parasita que tira a comida de todos que dependem do próprio trabalho e não da política", diz o texto.

De acordo com a prefeitura, a falha foi percebida por volta de 12h10 e, por volta das 16h30, ainda se mantinha. "Ressaltamos que, em breve, todos os sistemas voltarão a funcionar normalmente, e que nenhum dado foi perdido ou vazado", informou o Executivo, em nota. A assessoria do prefeito informou que Kalil não comentará o assunto.

Leia mais:
Presidente da França é agredido com tapa no rosto durante caminhada; veja vídeo
Site ajuda brasileiros a encontrarem máscaras mais eficazes contra a Covid-19 por até R$1,75
Mais de 70% dos casais de BH trocarão presentes no sábado; em 2020, percentual não chegou a 30%