Um dia após o feriado de Corpus Christi, Belo Horizonte registrou queda nos três indicadores que monitoram a pandemia de Covid-19 na cidade. Mesmo com os números, a atenção maior está na ocupação de leitos de UTI destinados a pacientes que se infectaram com o novo coronavírus, que saiu de 82,7% na quarta-feira (2) para 80,5% nesta sexta (4), mas permanece em nível vermelho, ou seja, de alerta máximo.

Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura nesta tarde. O levantamento aponta que 61,3% das vagas nas enfermarias exclusivas para pessoas com Covid estão preenchidas, contra 63,9% no balanço anterior.

Já o RT, o número médio de transmissão da doença, estava em 0,97 e caiu para 0,95, o que significa que cada grupo de cem pessoas contaminadas transmite o vírus para outras 95. Na última segunda-feira (31), a taxa chegou a atingir 1,01, deixando a metrópole no alerta amarelo. Essa é a terceira queda do indicador nesta semana.

Vacinação

Até agora, 43% do público-alvo foi imunizado com a primeira dose de vacina contra a Covid-19, o que representa 875.525 moradores da capital mineira. Em relação à segunda aplicação, 398.694 belo-horizontinos já foram protegidos. O percentual de cobertura é de 19,6%.

O município vai ampliar ao longo da semana que vem a vacinação para pessoas com 56 a 59 anos sem comorbidades, motoristas e cobradores do transporte público, trabalhadores da limpeza urbana e metroferroviários. Veja a programação.

Leia Mais:
Mortalidade de gestantes por Covid é mais que o dobro da média geral no país
Justiça deve julgar ações a favor da volta às aulas presenciais na próxima semana em BH
Vacinação dos professores do ensino superior é retomada neste sábado em BH; veja locais e horários