Com 10.605 novos infectados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, Minas Gerais atingiu, nesta quinta-feira (3), a marca de 1.605.025 casos confirmados da doença desde o início da pandemia, em março do ano passado, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

De acordo com o levantamento, no intervalo de um dia foram contabilizados 290 óbitos. Agora, o número de mortes chegou a 41.170.

O momento é de grande apreensão, conforme alerta de especialistas devido ao feriado prolongado. Estatisticamente, com o maior trânsito de pessoas, os índices da enfermidade tendem a subir após datas celebrativas.

O boletim informa ainda que 1.472.460 mineiros já se recuperaram do vírus. Outros 91.395 estão em fase de acompanhamento.

Vacinação em BH

Cerca de 15 mil profissionais da educação devem ser vacinados contra o coronavírus em Belo Horizonte durante o feriado prolongado de Corpus Christi. A imunização acontece nos postos de saúde e em oito pontos de drive-thru (clique aqui). Com a ampliação da proteção dos professores, a pressão pela volta às aulas presenciais das demais séries também cresce na capital.

Hoje, trabalhadores do ensino médio, profissionalizante e Educação para Jovens e Adultos (EJA), com mais de 18 anos, receberão a Astrazeneca. A partir de amanhã, trabalhadores do ensino superior. Ao todo, 23 mil profissionais da educação já foram protegidos contra o coronavírus na capital, desde a semana passada.

Leia também:
Mourão: Brasil caminha para independência na produção de vacinas
BH vacina trabalhadores do ensino superior nesta sexta e sábado; confira locais e horários