O isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19 fez com que muitas pessoas adotassem um animal de estimação ou prestassem mais atenção aos cuidados dos fiéis companheiros.

Ficar em casa abriu oportunidades para vários cães e gatos terem um lar. O número de adoção de bichos de estimação cresceu cerca de 50% durante a pandemia, segundo dados de ONGs e protetores de animais.

Consequentemente, a demanda pelos serviços dos veterinários também aumentou. Vacinas, remédios, consultas aqueceram o mercado. A procura por produtos do segmento também registrou crescimento ao longo de 2020.

Professora do curso de Medicina Veterinária das Faculdades Kennedy, Gabriela Assunção conversa com a repórter Maria Amélia Ávila sobre a demanda por esses serviços e produtos pet, nesta quinta-feira (27), às 17h30. A live será transmitida pelo Instagram do Hoje em Dia. 

Leia Mais:
Cirurgias veterinárias podem ser suspensas para reduzir uso de insumos
Animais especiais resgatados em Brumadinho aguardam adoção responsável
Dia Mundial do Gato: desvende 6 mitos sobre os felinos que ainda povoam o imaginário popular