Desde o início da campanha de vacinação contra a gripe, em abril deste ano, apenas 216 mil belo-horizontinos comparecerem aos centros de saúde e receberam a dose única do imunizante. Esse dado representa 28% do público-alvo que teria direito à vacina neste momento, segundo dados divulgados pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).  

Conforme o Hoje em Dia tem mostrando, a pandemia da Covid-19 tem impacto na procura pela imunização. Além do medo em sair de casa, muitas pessoas "esperam" pela dose contra o coronavírus. Por medida de segurança, é necessário um intervalo de 14 dias entre os imunizantes.

Ao todo, a PBH pretende imunizar 450 mil idosos e 34 mil docentes, além de 151 mil crianças, 22 mil grávidas, 3 mil mulheres que tiveram filhos há menos de 45 dias e 105 mil trabalhadores da saúde o que, somados, representam cerca de 765 mil pessoas. A meta é vacinar 90% deste público.

Locais de vacinação

Moradores de BH com mais de 60 anos também estão sendo imunizados em 43 farmácias da Drogaria Araujo e 10 da Droga Clara. (confira os endereços aqui). A vacinação nestes locais ocorre das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 8h às 12h. São distribuídas senhas.

A campanha também segue em andamento nos centros de saúde para os demais públicos. Neste caso, a imunização está sendo realizada no horário de rotina das salas (confira aqui), com exceção das Unidades 24h e dos locais de vacinação de pessoas com comorbidades, disponíveis neste link.

Já os trabalhadores da saúde que atuam em hospitais – públicos, filantrópicos e privados –, Samu, centros de saúde e UPAs estão sendo vacinados nas próprias instituições.

Leia mais:
Novos editais para contratação de médicos serão abertos em Minas, diz secretário de Saúde
Mortes de crianças e adolescentes por Covid-19 chegam a 92 em Minas
'Se aguentarmos 3 ou 4 meses, conseguimos vencer o estresse do sistema de saúde', garante secretário