A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (19), a operação "Buraco na Pista", em combate à extração ilegal de minério de ferro em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, sendo um na cidade da Grande BH e outros cinco em Itaúna, no Centro-Oeste de Minas.   

Conforme informou a corporação, as investigações começaram em julho de 2020 e identificaram que os envolvidos extraíam ilegalmente o minério em pista paralela à BR-040, na altura do km 569, simulando atividades de terraplanagem. Para isso, os investigados pediram autorização à concessionária que administra a rodovia e à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), para melhoria de acesso ao terreno por meio de utilização da faixa de domínio.

Ao invés da obra, eles teriam realizado a extração ilegal de minério, já que não tinham licença ambiental necessária. Empresas fictícias foram criadas para a empreitada. Quatro pessoas foram indiciadas e podem cumprir pena de até 29 anos de prisão, se condenados. Há outros três inquéritos policiais em que são investigados por crimes semelhantes.

Os mandados foram expedidos pela 11ª Vara Federal de Belo Horizonte e o material apreendido será analisado e periciado.

Leia mais:
PF cumpre mandados em BH e Congonhas em operação contra a exploração sexual de crianças na internet
Organização criminosa especializada em golpes em idosos é desmantelada pela Polícia Civil
Minas registra 8 estupros de crianças por dia; saiba como identificar e denunciar os abusos