Cinco estabelecimentos foram interditados em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por descumprirem as medidas de prevenção e combate à Covid-19 entre a última quinta (13) e esse domingo (16). Conforme a prefeitura, eles ficarão fechados por sete dias. Além disso, 18 espaços receberam autos de infração. 

A ação foi empenhada pela força-tarefa de fiscalização do Executivo, composta pela Guarda Municipal, Vigilância em Saúde e pela Secretaria-adjunta de Segurança Pública. As abordagens ocorreram em bairros como Novo Amazonas, Granja Verde, Capelinha, Imbiruçu, Saraiva, Vila Cristina, São Luiz, Riacho III e Cachoeira.

No Vila Universal, a força-tarefa interditou uma pizzaria que tinha 53 pessoas aglomeradas e sem máscaras. Um bar, localizado na feira popular do bairro Jardim Alterosas, também foi penalizado via Aviso de Recebimento (AR), por funcionar de forma clandestina.

De acordo com a prefeitura, entre janeiro e abril deste ano, mais de 281 estabelecimentos foram interditados por descumprirem as medidas obrigatórias para prevenção da Covid-19 e, ainda, por outras irregularidades, como a ausência de alvarás. Ainda nesse período foram aplicadas 667 autuações.

Leia mais:
Mais de 6 mil novos casos de câncer de ovário devem ser registrados no Brasil em 2021
Debate para renovar concessão da Ecosul é prematuro, diz ministro
Vacina é esperança para pôr fim à pandemia, diz ministro da Saúde