A taxa de transmissão do coronavírus voltou ao nível de alerta amarelo em Belo Horizonte. Nesta quinta-feira (13), o RT chegou a 1,02 - o que significa que cada grupo de cem pessoas transmite a Covid-19 para outras 102. 

Segundo dados do boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura, a ocupação de leitos de terapia intensiva para pacientes com a doença também subiu e alcançou 79,1%, ante 76,9%  do dia anterior. O índice permanece no nível de alerta vermelho, o mais crítico.

Já a ocupação de enfermarias para casos de Covid-19 registrou um ligeiro aumento e passou de 56,7% para 58,9%, mas segue em nível amarelo de alerta.

O aumento dos três indicadores que monitoram o avanço da doença na capital mineira ocorre uma semana após o anúncio do avanço da flexibilização das atividades econômicas, feito na quinta-feira passada.  A ampliação do funcionamento do comércio na cidade passou a valer no último sábado (8),  quando bares e restaurantes passaram a atender até as 19h e clubes e feiras foram autorizados a reabrirem.

Até o momento, o município confirmou 190.939 casos de Covid. Desses, 178.585 são considerados recuperados e outros 7.705 permanecem em acompanhamento. No total, 4.649 pessoas morreram em decorrência da doença.

Vacinados

Segundo o levantamento, 643.173 pessoas foram vacinadas com a primeira dose em Belo Horizonte, o que corresponde a 31,6% da população total da cidade. Com as duas doses, 282.787 pessoas foram imunizadas, o equivalente a 13,9% dos moradores.

Leia mais:

Justiça derruba liminar que permitia abertura do comércio de BH aos domingos
Brasil atinge a marca de 430 mil mortes por Covid; nas últimas 24 hora foram 2.383 óbitos