A Arquidiocese de Belo Horizonte lançará, nesta quarta-feira (12), o Pacto pela Vida e pelo Brasil, projeto que reúne instituições brasileiras para apoio na construção de um país melhor, mais justo e fraterno. Um dos objetivos é mostrar a importância da ciência no combate à pandemia da Covid-19, exigindo providências por parte do poder público. O evento virtual será às 20h.

De acordo com a Arquidiocese, além do próprio Dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo de BH e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a cerimônia contará com representantes de diversas iniciativas, como Cristina Britto, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

"As instituições signatárias do Pacto cobram das instâncias governamentais providências urgentes para enfrentar, de modo adequado, a pandemia da Covid-19 e tantos outros males que ameaçam a vida, dom de Deus", informou a Arquidiocese, por nota. Mais informações sobre o evento podem ser acompanhadas nas redes sociais facebook.com/Veaspam e youtube.com/Veaspam.

Pacto pela Vida e pelo Brasil

O Pacto pela Vida e pelo Brasil foi divulgado no Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril. No documento (veja na íntegra aqui), as instituições participantes reconhecem que o Brasil vive uma grave crise sanitária, econômica, social e política.

Por isso, o enfrentamento "exige de todos, especialmente de governantes e representantes do povo, o exercício de uma cidadania guiada pelos princípios da solidariedade e da dignidade humana, assentada no diálogo maduro, corresponsável na busca de soluções conjuntas para o bem comum, particularmente dos mais pobres e vulneráveis", declarou a instituição.

Em BH, os participantes do evento são:

  • Dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo de Belo Horizonte e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
  • Antônio Fabrício de Matos Gonçalves, diretor da Ordem dos Advogados no Brasil – MG – OAB MG
  • Dom Joaquim Mol, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte e reitor da PUC Minas
  • Alessandra Mello, presidente do Sindicato dos Jornalistas de MG
  • Professor Camilo de Lélis, integrante do Conselho Arquidiocesano do Laicato em BH – CNLB
  • Cristina Britto, representante da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC
  • Padre Júlio César Gonçalves Amaral, vigário episcopal do Vicariato Episcopal para Ação Social Política e Ambiental
  • José Luiz Quadros de Magalhães, presidente da Comissão Arquidiocesana de Justiça e Paz BH – CAJP

Leia mais:
Documento que liberaria vacinação de servidores do Estado nunca existiu, constata CPI dos fura-filas
Produtos de padaria tiveram alta de até 2,5 vezes a inflação; alguns variam mais de 200% na capital

Reforma Tributária: presidente da Câmara quer dividir em 3 ou 4 projetos; especialista explica