O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), pediu que os filhos evitem encontrar as mães na data comemorativa, no próximo domingo (9). Segundo ele, é melhor usar a "imaginação" e fazer uma transmissão virtual para protegê-las da Covid-19. Kalil também citou a perda do ator Paulo Gustavo, que faleceu na terça-feira (4) em razão da enfermidade, para reforçar a gravidade do atual momento da pandemia.

"Eu já não tenho a minha [mãe] mais, mas muitos de vocês, principalmente os mais jovens, vão se encontrar com as mães. Ou, não, né? Porque a morte do Paulo Gustavo ontem é simplesmente a morte de um ente muito querido a todos, mas é mais um CPF que se foi e ele não passará o Dia das Mães com a mãe dele, que está viva. E ele é um rapaz de 42 anos", disse Kalil.

O prefeito completou recomendando "um presente na porta, uma live, o uso da imaginação, obviamente para aqueles que não moram com os pais". A fala ocorreu durante coletiva de imprensa, na manhã desta quinta-feira (6), momento em que foram anunciadas mais mudanças que flexibilizam o funcionamento do comércio em BH a partir deste sábado (8).

Dentre elas, feiras e clubes serão reabertos. E estabelecimentos comerciais que não tinham autorização para funcionar aos domingos - como padarias, supermercados, sacolões, açougues, lojas de materiais de construção - também poderão abrir as portas. Confira detalhes aqui.

Leia mais:
Incêndio destrói apartamento no Anchieta, em BH; veja vídeo e fotos
Após nova flexibilização, confira horários do funcionamento do comércio em BH a partir de sábado
Câmara aprova projeto que prevê pagamento proporcional em pedágios