Cinco cômodos de um apartamento no bairro Anchieta, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, foram destruídos após um incêndio de grandes proporções no fim da manhã desta quinta-feira (6). Uma moradora apresentou dificuldade para respirar e foi levada por familiares a uma unidade de saúde. As chamas foram controladas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, vizinhos notaram muita fumaça preta saindo do segundo andar do edifício, por volta de 11h40. Além de acionarem a corporação, tentaram diminuir a força das chamas usando mangueiras. O trabalho foi reforçado por equipes dos Bombeiros, que conseguiram acessar o flat em chamas.

Os militares também receberam informações de que havia uma pessoa presa no edifício. No entanto, mais tarde, constatou-se que se tratava de uma pessoa que respirou fumaça e foi encaminhada para atendimento médico. Informações sobre essa vítima não foram divulgadas. No apartamento destruído não havia nenhum morador.

Após cerca de 40 minutos de trabalho, os agentes informaram que o fogo foi controlado e as operações de rescaldo e ventilação para dispersar totalmente a fumaça foram iniciadas. A Defesa Civil de BH foi chamada para avaliar danos estruturais na construção. A perícia também foi acionada para investigar as causas do incêndio.

Em nota, a Defesa Civil de BH informou que vistoriou o local e constatou danos no reboco do teto do apartamento infencindiado e na fachada lateral do prédio. "Foram isolados preventivamente os apartamentos 201 e 301 por causa da fumaça. Os responsáveis pelos imóveis e condomínio foram notificados a adotar providências para recuperação e mitigação dos riscos", declarou.

Leia mais:
Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças
Taxa de incidência da Covid-19 em BH já é 52% maior do que no pico da 1ª onda, em julho de 2020
Após nova flexibilização, confira horários do funcionamento do comércio em BH a partir de sábado