A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) confirmou que as aulas presenciais serão retomadas nesta segunda-feira (3) na Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Piratininga, em Venda Nova, mesmo após um caso suspeito de infecção por Covid-19 de uma servidora da instituição. Desde o último dia 26, professores e demais funcionários da educação infantil da rede municipal voltaram ao trabalho presencial na capital mineira.

Segundo a PBH, a servidora esteve em contato com a filha, que testou positivo para a doença. O episódio é tratado como “caso positivo por critério clínico-epidemiológico” pela administração municipal.

A funcionária ficará afastada do cargo e em quarentena, mas o início das aulas não será suspenso, pois, conforme o Executivo, a situação não é configurada como surto.

“Não há, por parte da Secretaria Municipal de Saúde, orientação para a suspensão das aulas na EMEI Piratininga. A pasta esclarece ainda que enviará, na segunda-feira, uma equipe para orientar os funcionários com o intuito de minimizar riscos de contágio, além de intensificar ações de vigilância epidemiológica”, explicou a PBH em nota enviada à imprensa.

Retorno das atividades presenciais

O retorno às aulas presenciais será para crianças com idades entre 0 a 5 anos e oito meses nas unidades municipais. O retorno deverá obedecer às regras sanitárias, com espaçamento mínimo de dois metros entre as carteiras, alimentação dentro da sala de aula e professor exclusivo por cada bolha.

Já a rede particular retomou as aulas presenciais a partir do dia 26na última segunda-feira (26), também seguindo os mesmos protocolos. Lembrando que o retorno é facultativo e que as escolas municipais e particulares deverão manter as aulas remotas.

Leia mais:
Minas recebe 30 mil doses da CoronaVac e aguarda chegada de mais 676.250 imunizantes contra a Covid
Minas inicia a distribuição de mais 589.800 doses de vacinas contra a Covid-19
Minas Gerais supera a marca de 34 mil mortos pela Covid-19