A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta sexta-feira (30), a produção do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da vacina contra Covid-19 Astrazeneca pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com isso, a Fiocruz está autorizada a iniciar a produção de lotes pilotos em escala comercial do imunizante com o IFA produzido no Brasil.

Após a realização dos testes, a Fiocruz deve solicitar a inclusão do insumo no registro ou fazer um pedido de autorização de uso emergencial. A produção será destinada ao Siste Único de Saúde (SUS). As informações foram divulgadas pelo órgão regulador.

A aprovação técnica veio após a inspeção que verificou as Boas Práticas de Fabricação da linha de produção e concluiu que Bio-Manguinhos cumpre os requisitos das Condições Técnico-Operacionais (CTO) para iniciar a produção de lotes.

Leia Mais:
É outro mundo: mineiros retomam rotina pré-pandemia em países onde Covid já está sob controle
BH admite falta de CoronaVac para aplicação da 2ª dose em idosos; problema atinge várias cidades
Covid-19: fim de semana tem entrega de 10,9 milhões de doses de vacina