Um novo sistema para facilitar o trabalho de fiscalização do transporte de produtos perigosos nas rodovias mineiras começa a funcionar no próximo mês. O objetivo é informatizar o talão de papel utilizado atualmente, organizando e centralizando as informações das ocorrências em uma única ferramenta, padronizando os trabalhos.

Segundo o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), a nova ferramenta oferece um sistema desktop, para gestão eletrônica das notificações e autuações de veículos que transportam esses materiais, e um sistema mobile, que será usado pelo fiscal em campo. O aplicativo de apoio à fiscalização é conectado ao portal de serviços do cidadão, onde é possível, ainda, protocolar pedidos de defesa e recurso. Esse novo módulo faz parte do Sistema de Gestão de Infraestrutura Viária do DER-MG (SGIV) e começa a ser utilizado em 3 de maio.

"O novo recurso irá garantir mais agilidade à fiscalização, além de facilitar a gestão, obtenção de indicadores e extração de relatórios gerenciais para tomadas de decisão mais assertivas. Além disso, o sistema vai possibilitar a composição de histórico de dados e visualização georreferenciada das ocorrências, oferecendo maior segurança para os usuários de vias públicas", explica o diretor de Operações Viárias do DER-MG, Anderson Tavares Abras.

Funcionalidades

O aplicativo permite o controle de infrações de produtos perigosos nas rodovias, informações referentes a veículo, localização, condutor e demais envolvidos no transporte. O registro das autuações traz ainda informações sobre a infração e o infrator e gera a notificação de autuação e penalidade, conforme parâmetros definidos pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

É possível também ter um arquivo para ser enviado aos correios, que irá apontar, no sistema, o recebimento ou não das notificações de autuações e penalidades por parte dos infratores.