Minas registra desabastecimento da hidroxicloroquina de 400mg, ofertada pela Farmácia de Minas, desde janeiro de 2021. Hoje, cerca de 6 mil pacientes estão cadastrados para receber o medicamento, segundo informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). Só em Belo Horizonte, 1.119 pacientes dependem da medicação. 

Usada para tratamento de doenças como artrite e lúpus, e sem comprovação científica de eficácia para a Covid-19, o medicamento deve chegar ao Estado até o dia 29 deste mês. A pasta informou, ainda, que a aquisição da hidroxicloroquina foi iniciada por meio de pregão em agosto do ano passado. A licitação, porém, não obteve resultado, ou seja, nenhuma empresa se interessou em participar.

Em novo pregão, concluído em fevereiro deste ano, o Estado obteve êxito na aquisição do medicamento. Em nota, a SES disse que iniciou o processo de compras do medicamento, com a solicitação da emissão da Autorização de Fornecimento, e que a empresa tem até o fim do mês para fazer a entrega do insumo, de acordo com o prazo previsto em edital de licitação.

“Assim que for recebido no Almoxarifado/SES, será realizada a distribuição para as regionais para atender aos usuários”, informou a pasta.

Leia mais:
Ex-servidores da SES suspeitos de tentar burlar informações serão ouvidos pela CPI dos fura-fila
Shoppings, bares e restaurantes podem abrir em mais de 200 cidades de Minas a partir de hoje
Covid-19: lote com mais de 390 mil doses de vacinas já está em Minas Gerais