No pior momento da pandemia para muitos especialistas da saúde, Minas atingiu mais uma marca negativa no combate à Covid-19. Dos 853 municípios, 811 já confirmaram ao menos uma morte pelo coronavírus, número equivalente a 95% das cidades. Os dados foram divulgados nessa terça-feira (13) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

E a doença avança a passos largos no território mineiro. Já não há cidades livres do vírus desde o ano passado e, conforme o último boletim epidemiológico, mais de 1,2 milhões de pessoas já se infectaram. Além disso, a secretaria computou 28 mil óbitos por complicações da enfermidade.

Belo Horizonte lidera em número de vítimas, com 3.651. Logo em seguida vem Uberlândia, no Triângulo, com 1.941 vidas perdidas. Depois, aparecem Juiz de Fora, na Zona da Mata, e Contagem, na Grande BH, com 1.115 e 1.066, respectivamente. (veja a relação abaixo).

O número de casos graves da Covid em Minas vem aumentando diariamente com a circulação das variantes, que são mais perigosas e infecciosas. Até o momento, 1,1 mil pacientes aguardam por uma vaga nas enfermarias e terapias intensivas dedicadas ao tratamento da doença. Em seis das 14 macrorregiões de saúde a ocupação das UTIs exclusivas é superior a 90%. A situação é ainda pior nas regionais Oeste e Leste do Sul, onde não há mais vagas para os doentes.

Mais mortal

Outro fator que preocupa as autoridades estaduais é a letalidade do vírus. Até 26 de março, o índice era de 2,1. Três dias depois, subiu para 2,2, mas rapidamente voltou a crescer, atingindo 2,3 na última sexta-feira (9). Segundo a SES, 70% dos pacientes que morreram apresentavam comorbidades. A maioria das vítimas é homem (55%), enquanto a média de idade é de 70 anos. 

Recuperados e vacinados

Por outro lado, a Secretaria de Saúde informou que 1,1 milhão de mineiros já se recuperaram da Covid. Outros 86,5 mil seguem em tratamento, internados ou em isolamento social.

Já os vacinados com a primeira dose contra o vírus são 2,4 milhões, entre profissionais de saúde da linha de frente, parte dos idosos, moradores de residências inclusivas e índios que vivem em aldeias. Foram contemplados com o reforço 776 mil pessoas.

Cidades mineiras com mais óbitos por Covid-19

Belo Horizonte: 3.651
Uberlândia: 1.941
Juiz de Fora: 1.115
Contagem: 1.066
Governador Valadares: 770
Betim: 712
Montes Claros: 605
Uberaba: 589
Ipatinga: 560
Ribeirão das Neves: 324

*Dados até 13/04/2021