Nada menos do que 133 mil pessoas poderão receber a vacina contra a gripe em Belo Horizonte. A meta é vacinar pelo menos 90% do público-alvo: na primeira etapa da campanha, que começou nesta segunda-feira (12), devem ser imunizados crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas e trabalhadores da área de saúde. 

O grupo prioritário foi definido conforme orientação do Ministério da Saúde. A capital tem 86,8 mil unidades disponíveis e ainda vai receber nova remessa da pasta nacional de forma escalonada. “À medida que novas doses forem recebidas, Belo Horizonte irá ampliar os grupos a serem vacinados, respeitando este intervalo”, explicou o subsecretário de Promoção e Vigilância à Saúde, Fabiano Pimenta.

De acordo com a PBH, a estimativa é que as doses sejam aplicadas em cerca de 3 mil crianças, 22 mil gestantes e 3 mil puérperas - mulheres em fase pós-parto. A vacinação será realizada nos centros de saúde, com exceção das Unidades 24h. 

86,8 mil doses foram entregues a BH até o momento; Ministério da Saúde irá disponibilizar nova remessa 

Por medida de segurança, a administração municipal alerta a quem tomou a dose contra a Covid-19 esperar ao menos 14 dias para receber a proteção contra o vírus da gripe. “Nesta etapa, o grupo é relativamente pequeno. Os centros de saúde têm estrutura para realizar as duas campanhas de forma simultânea, segura e eficaz”, afirmou Fabiano.

Ainda segundo a Prefeitura de BH, cerca de 105 mil trabalhadores da saúde - que atuam em hospitais públicos e privados, postos, UPAs e no Samu - deverão receber a proteção nas instituições em que prestam serviço. 

“Quando o grupo for ampliado, vamos adotar estratégias diferenciadas, como, por exemplo, abertura de postos extras”, acrescentou o subsecretário. Os endereços dos postos e os horários estão disponíveis no portal da PBH.

Imunização iniciada nesta segunda

Já no início da tarde desta segunda, a servidora pública Luiza Madeira, de 35 anos e grávida de 38 semanas, aproveitou a baixa movimentação registrada no Centro de Saúde Menino Jesus, localizado na região Centro-Sul, para garantir a imunização. Acompanhada do filho mais velho, ela disse que seguiu recomendações médicas e não aguardou para atendimento. "O posto estava bem vazio e fui logo atendida quando cheguei. A gente faz de tudo para se proteger e proteger o bebê”, comentou.

Leia também:
BH vacina idosos a partir de 64 anos contra a Covid-19 nesta segunda; confira locais e horários
Pesquisa que identifica anticorpos contra Covid em vacinados será ampliada em BH na próxima semana
Campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda