Mesmo com o registro dos piores índices pandemia do novo coronavírus e a recomendação das autoridades para que a população ficasse em casa, o feriado da Semana Santa de 2021 registou a morte de dez pessoas e 180 feridos em acidentes nas estradas federais e estaduais que cortam Minas Gerais.

Segundo balanço divulgado nesta terça-feira (6) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre os dias 1º e 4 de abril, foram contabilizados 82 acidentes. No mesmo período em 2020 foram 77 ocorrências. Neste ano 100 pessoas ficaram feridas contra 91 ano passado foram 91. Já o número de mortes caiu de nove para quatro no mesmo período.

No caso das estradas estaduais, segundo Polícia Militar Rodoviária (PMR), seis pessoas morreram e 80 ficaram feridas em acidentes no período do dia 31 de março a 4 de abril. Foram 118 acidentes registrados. No ano passado, foram registrados oito mortes e 108 acidentes.

Entre as multas aplicadas pela PRF neste ano, 294 foram por ultrapassagens proibidas, 176 por condutores sem cinto, 34 por passageiros sem cinto e 18 por embriaguez. Três motoristas foram presos por estarem com sintomas de embriaguez.

Em relação ao balanço da Polícia Militar Rodoviária, 3.951 motoristas fizeram teste do bafômetro e 351 ocorrências de prisões ou apreensões foram registradas nas estradas estaduais, no feriado prolongado. 12 pessoas foram presas e 7.635 autuações lavradas.