As Unidades de Pronto Atendimento de Belo Horizonte passarão a atender, prioritariamente, casos relacionados à Covid-19. A proposta foi apresentada nesta segunda-feira (22) pela Secretaria Municipal de Saúde durante reunião com o Conselho Municipal de Saúde, e deve ser colocada em prática até sexta-feira (26).

A nova determinação indica que pacientes com quadros de menor intensidade, classificados como "verde", como amigdalite, infecções urinárias, dores de cabeça e outras doenças mais leves, serão encaminhados à Unidade de Atendimento Não-Covid 24 horas mais próxima. Para isso, alguns centros de saúde serão transformados nessas unidades de referência para atendimento não-Covid. No entanto, casos considerados graves, como fraturas e ferimentos que causam risco de vida, ainda serão tratados nas UPAs.

De acordo com a diretora de Assistência à Saúde da PBH, Renata Mascarenhas, doentes com quadros de menor complexibilidade não serão mais encaminhados às Unidades de Pronto Atendimento no final do dia. "Com essa unidade 24 horas não-Covid, esses pacientes em observação irão para essas unidades de referência, desafongando as UPAs".

Alguns exames, como os de sangue, por exemplo, passarão a ser feitos nas unidades 24 horas, mas ainda serão analisados nas UPAs, que encaminharão os resultados posteriormente. Segundo o secretário de Saúde, Jackson Machado Pinto, a medida permite que “a população seja atendida da melhor maneira possível”. 

Pandemia em Belo Horizonte

A ocupação de leitos de terapia intensiva para atendimento de Covid-19 nas redes pública e suplementar de Belo Horizonte chegou a 100,8% na última sexta-feira (19). A taxa de uso das vagas de enfermaria passou para 89,7% segundo o último boletim epidemiológico divulgado. Apenas o indicador de transmissão da enfermidade causada pelo coronavírus teve queda, baixando para 1,22%.

BH já registrou 130.073 casos de Covid-19 desde o início da pandemia. Foram 2.988 óbitos ocasionados pela doença na capital mineira. 

Leia mais:

Minas registra mais 2.738 casos e chega a 1.036.301 contaminados pelo novo coronavírus
Minas registra mais uma morte de bebê menor de 1 ano por Covid-19; já são 17 óbitos