A ocupação dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 em Belo Horizonte está em alerta máximo. É o pior cenário desde o início da pandemia. Restrições no funcionamento do comércio e ampliação das vagas nos hospitais têm sido medidas adotadas para evitar um colapso.

A abertura de 29 novos leitos de UTI em BH, na sexta-feira (19), fez com que a taxa de ocupação na rede pública caísse de 96,6%, em 17 de março, para 89,8%. Uma situação que preocupa toda a comunidade médica, já que os profissionais de saúde estão há um ano lidando com pacientes graves e chegando a um esgotamento.

O médico intensivista e diretor científico da Sociedade Mineira de Terapia Intensiva, Leandro Braz de Carvalho, conversa com a repórter Maria Amélia Ávila sobre a situação das UTIs para Covid-19 em BH, neste domingo (21), às 15h. A live será transmitida pelo Instagram do Hoje Em Dia.