A Polícia Militar apoiou a fiscalização da Prefeitura de Belo Horizonte, nesse sábado (20), a um espaço na Pampulha que realizava festa com diversos participantes sem o uso de máscara.

De acordo com a PM, a PBH solicitou o auxílio dos militares para garantir a execução da fiscalização. Apesar disso, não foi necessário o uso da força policial ou de instrumentos de menor potencial ofensivo.

Conforme a corporação, a festa ocorria por volta das 18h30 desse sábado. Os fiscais da PBH autuaram o organizador do evento, proibindo a realização de novas atividades até a regularização e autorização da prefeitura.

A Prefeitura de Belo Horizonte informou que os fiscais de Controle Urbanístico e Ambiental interditaram o estabelecimento por descumprimento dos protocolos sanitários.

"No local, os fiscais constataram a realização de evento com música ao vivo sem a devida proteção para os músicos, os frequentadores não estavam usando máscara e no local havia cobrança de ingresso. O descumprimento da interdição por gerar de multa no valor de R$ 18.359,66", declarou, em nota.

Ainda conforme o Executivo municipal, além da interdição na Pampulha, outros dois estabelecimentos foram interditados na cidade por descumprimento dos decretos municipais que tratam da Covid-19.

Denúncias sobre irregularidades podem ser feitas nos canais da PBH, pelo telefone 156, APP PBH e Portal de Serviços.

Leia mais:
Câncer de pênis atingiu mais de 10 mil brasileiros nos últimos 5 anos
Veja as principais regras para a volta às aulas presenciais em BH; vídeo mostra nova rotina
Ministra Damares Alves anuncia Plano de Enfrentamento ao Feminicídio para março