Um desentendimento familiar terminou em tragédia na tarde desta quarta-feira (14) em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Um homem matou a irmã, de 32 anos, que estava grávida de quatro meses, a facadas. Após o crime, ele fez duas crianças, que seriam sobrinhas do suspeito, reféns. A mais nova, de 5, foi liberada pouco tempo depois.

 De acordo com o major Flávio Santiago, chefe da Comunicação da Polícia Militar (PM), o 190 foi acionado por volta de 13h. Quando os militares chegaram, a mulher já tinha sido socorrida, por populares, até a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos.

Por volta de 15h50, homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope), da PM, conseguiram negociar com o suspeito e libertar a outra sobrinha, que segundo Flávio Santiago teria entre 10 a 12 anos.

O motivo do desentendimento ainda não foi divulgado.

Leia Mais:

Homem esfaqueia sogro e cunhado e acaba preso na capital mineira
Homem atropela e mata a sogra na região Leste de BH
Presos dois suspeitos de roubar e aterrorizar família em Juatuba