As aulas do Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do ensino médio do Serviço Social da Indústria (Sesi) em Minas Gerais serão interrompidas a partir desta segunda-feira (16). A medida, divulgada pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), tem como objetivo evitar o contágio pelo novo coronavírus. As atividades dos clubes Sesi também serão suspesas até 31 de março.

"Estamos atentos e em contato direto e contínuo com o Ministério da Saúde e com a Secretaria de Estado de Saúde para que estejamos atualizados com todas as informações de prevenção e para que possamos apoiar a indústria e toda a sociedade mineira", afirmou o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, no comunicado. Ele reforçou, no entanto, que não há motivo para pânico. "É preciso atuar com prudência, para que possamos superar este momento da melhor maneira possível". 

Ensino fundamental

A princípio, as aulas do ensino fundamental do Sesi-MG serão mantidas para que pais e responsáveis pelos estudantes possam se organizar para ficar com eles em casa. Futuras medidas, baseadas nas definições da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e do Ministério da Saúde, por sua vez, poderão ser tomadas.

No comunicado, a Fiemg reforçou que, na última sexta-feira (13), todas as instituições ligadas a ela - Sesi-MG, Senai-MG, Iel-MG e Ciemg - já haviam estabelecido medidas preventivas para evitar o contágio pela doença, classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como pandemia. "As instituições passaram a avaliar individualmente todos os eventos, encontros empresariais e reuniões que tenham expectativa de público superior a 50 pessoas", diz o informativo. 

Empregados da Fiemg e das entidades ligadas à entidade também suspenderam temporariamente todas as viagens internacionais. As nacionais serão avaliadas caso a caso. A maior parte das reuniões será realizada remotamente.